viagem ao japão

Quer saber mais sobre viagem ao Japão?

Olá pessoal,

Vai viajar para o Japão? Quer saber mais sobre uma viagem ao Japão? Para quem caiu aqui no meu humilde blog, pesquisando informações e dicas para uma viagem e as principais atrações desse país. Quero deixar um convite para conhecer também meu novo blog o Se vira no mundo!

O Se vira no mundo é um projeto meu, com as minhas amigas Silvia e Nádia, para falar sobre nossas experiências de viagem e como amamos ainda mais a ideia depois de viajar ao Japão. Ainda de quebra queremos falar sobre nosso cotidiano e outras coisas que gostamos.

O projeto ainda está no início, mas estou reescrevendo os meus textos sobre o Japão, com mais informações e detalhes, além de contar mais coisas que encontrei após as viagens, tanto do Japão quanto outras que fizemos.

Já tenho posts sobre a cidade de Tóquio e bairros como Shinjuku, Shibuya, Harajuku, Ueno, Ginza e Ikebukuro e suas atrações. Além de post sobre o Monte Fuji e Kawaguchiko e várias dicas de como planejar sua viagem ao Japão.

O endereço do blog é o www.seviranomundo.com.br acesse o blog e se quiser falar comigo deixo um comentário!

O nosso perfil no instagram também está no ar, @seviranomundo siga a gente por lá!

Abraços!

A Charmosa Montevideo

montevideu1_topo

Última semana antes das férias, aquela ansiedade pra chegar logo a sexta-feira, o dinheiro já está na conta, eu já estava conformada com o fato que não ia viajar, já estava fazendo a lista de séries para assistir e curtir um possível frio que estava previsto para os próximos dias, eis que recebo uma mensagem no Messenger do face da Sill, perguntando se eu (e a Nádia) não queríamos ir viajar com ela e a Adri para Montevidéu por 4 dias, já que tinha achado uma promoção boa na internet, um pacote de passagens e hotel.

Olhei pra minha conta bancária, olhei para a mensagem, olhei para minha planilha de despesas, pensei “Poxa será que é boa essa promoção mesmo?”… Pronto o bichinho da viagem me picou!!! 15 dias depois estava embarcando com a Sill e a Adri para Montevidéu hahaha

DSC06134
Em frente ao Museu de artes na região central de Montevideu

Os preparativos para a viagem foram rápidos, afinal eram apenas 4 dias, fechamos passagens, hotel, seguro viagem e um tour por Punta del leste pela Decolar.com, naquele momento acredito que foi a melhor escolha e evitou gastos extras em Montevidéu. Minha maior preocupação eram justamente os gastos lá, com a parte do dinheiro, afinal qual era a melhor forma de levar? Pesos Uruguaios? Dólar? Real? Cartão Pré-Pago?

Depois de pesquisar em sites, blogs e pessoas que já viajaram, achei melhor levar metade em reais e sacar um parte lá, já em pesos, o que não foi exatamente uma boa ideia.

Nosso roteiro foi:

Dia 01 quinta-feira – Chegada no começo da tarde, conhecer os arredores do hotel que ficava no centro de Montevidéu

Dia 02 sexta-feira – Tour por Punta del leste

Dia 03 sábado – Conhecer mais Montevidéu

Dia 04 domingo – Colonia del sacramento

Nosso vôo foi tranquilo chegamos até antes do horário no Aeroporto de Carrasco e foi engraçado quando desembarcamos, haviam diversos repórteres e mais pessoas que o normal, todos olhando e apontando câmeras para o desembarque, me senti celebridade por alguns segundos haha, mas acontece que era a seleção do Uruguai que estava chegando em outro vôo, retornando da Copa América no Chile! Resolvemos ficar e esperar pra ver a seleção deles chegar, as meninas tiram até fotos com alguns jogadores mais bonitos haha.

Fomos de van para nosso hotel, nós contratamos no saguão do aeroporto, ela sai quando estiver completa de passageiros, você passa o endereço ao motorista e ele faz a rota e deixa todos na porta do hotel, custou em torno de R$40,00, por pessoa, você pode pagar em pesos, reais ou no cartão. Para quem está sozinho ou em casal é uma economia, mas se for dividir um táxi com mais pessoas, dá no mesmo. Ficamos hospedadas no Crystal Tower (esqueci de tirar foto do quarto), bem localizado numa travessa da Av. 18 de julho e a 10 minutos a pé da Plaza Independencia.

Logo depois de nossa chegada, saímos para comer, procurar lugar para sacar dinheiro e conhecer um pouco da cidade, mais precisamente a avenida 18 de julho até a Plaza Independencia. Ao contrário do que pensei, não foi tão fácil sacar dinheiro já em pesos uruguaios lá, meu cartão de débito Visa só deu para sacar em um modelo de caixa eletrônico, para o Mastercard tinha mais opções, então a dica é, leve reais e troque lá e pague o que puder em reais.

Apenas nessas poucas horas na cidade de Montevideo, já me apaixonei! Arborizada, tranquila e muito charmosa, bem parecida com o centro antigo de São Paulo, mas com bem menos gente e um pouco menos de lixo (Será um mal latino jogar lixo no chão?). Me senti segura para caminhar até a noite pela região e os uruguaios foram bem cordiais nas ruas e no atendimento.

Carlos_Gardel_e_eu_s__observando__tripmontevideu
Observando o movimento com Carlos Gardel (Pra quem não sabe ele nasceu no Uruguai)
Rua de Montevidéu
Rua de Montevidéu
Arquitetura antiga e charmosa
Arquitetura antiga e charmosa
DSC06138
Edifício ao redor da Plaza Independencia
DSC06136
Plaza Independencia
DSC06147
Plaza Independencia e ao fundo a Puerta de la  Ciudadela
Por do sol na Plaza
Por do sol na Plaza

Terminamos nossa caminhada ao entardecer e mesmo depois de anoitecer e sem muito planejamento haha, pedimos informações no hotel para chegar na rambla onde tinha o painel/letreiro luminoso de Montevidéu, pegamos um taxi, mas achamos melhor descer num shopping de Montevidéu (não lembro porque haha) e ir andando e procurando até achar o tal letreiro… e achamos!!

Não faça como nós, procure um mapa ou vejo no GPS antes, que fica mais fácil. O letreiro fica na Rambla Republica del Peru e tem uma vista bem bacana para ver a orla e tirar fotos!!

Obs.: Apesar da liberação da maconha no país, até aquele momento não vimos ninguém fumando maconha pelas ruas da cidade que passamos hahaha

19f537ffc3b48983a84ec0cbf04c64e2
Letreiro de Montevideo!!
Mas não é tão fácil tirar foto com o celular com essa luminosidade toda haha
Mas não é tão fácil tirar foto com o celular com essa luminosidade toda haha

Boralá: Linkagem da semana [2]

Links interessantes que vi durante esses dias! Enjoy!

Visto de turismo para o Japão

visto_post

Ótima novidade para quem deseja tirar o visto de turismo para o Japão!!

O visto para o japão sempre teve a má fama de ser difícil de ser conseguido e era válido por 3 meses e para apenas 1 visita ao país, não era possível tirar o visto com muita antecedência e para turistas que queriam colocar o Japão na rota de uma viagem por vários países da Asia, era bem complicado montar um roteiro.

Desde o dia 15 de junho (2015), segundo o Consulado geral do Japão, o visto para a curta permanência aos cidadãos brasileiros, como em caso de turismo, terá validade de 3 anos, com período de permanência de 15 a 30 dias (conforme a necessidade), permitindo a entrada no país mais de uma vez com a mesma autorização.
Com isso, eles esperam aumentar o número de turistas que visitam o Japão e tornar mais fácil algumas atividade empresariais.

Claro que nada muda com relação aos documentos solicitados e a comprovação de renda para autorização do visto.

Segue abaixo os documentos e requisitos para solicitação do visto de turismo:

– Formulário de SOLICITAÇÃO DE VISTO PARA ENTRAR NO JAPÃO, assinado conforme passaporte, com foto 3×4 nítida e recente;
– Passaporte válido (deve ser passaporte eletrônico comum ou com chip);
– Carteira de identidade original e cópia simples;
– Passagem de ida e volta ou print de reserva (original e cópia simples)
– Cronograma de viagem (original) Formulário aqui
– Comprovante de renda (original e cópia simples).
– Se o solicitante arca com as despesas da viagem, necessário Imposto de Renda Pessoa Física (completo e uma cópia simples de todas as páginas) e extratos bancários (3 últimos meses).
– Outros comprovantes de renda, podem ser de dependente de pais, filhos ou cônjuge ou comprovante de renda do financiador da viagem com documento que comprove a relação familiar (cópia simples);
– Original e cópia de Carteira de trabalho ou documento que comprova sua ocupação profissional;
– Carta explicativa sobre o motivo para solicitar visto de múltiplas entradas.

Para mais informações e outros formulários acesse aqui no consulado geral do Japão.

14º dia de viagem pelo Japão – Palácio Imperial e Akihabara

tamanho-modelo

No penúltimo dia no Japão, acordamos cedo pra dar uma ordem nas coisas e planejar um pouco o dia. Já dava um pouco de dor no coração de pensar que vamos ter que ir embora!
Bom, planejamos um pouco nosso dia, queríamos comprar muuuuitas coisas e passear o máximo possível! No meu caso, não sobrou muita grana, então tive que me segurar bastante nas compras. Resolvemos ir visitar o palácio imperial e depois ir à Akihabara.
Sobre o hotel, ficamos hospedadas em Narita perto do aeroporto e um pouco longe de Tokyo, no Tobu Narita Hotel, que é super confortável, limpo e bonito, tem ônibus gratuito para o aeroporto e a estação de Narita, escolhemos esse pra não correr o risco de se atrasar para o voo, mas o que não vimos foi a distância e o ir e vir entre Tokyo e o Hotel, os trens estavam sempre cheios e o valor da passagem era de 1100 yen (R$ 22) de Narita Station até Tokyo ou Akihabara JR Station.
Saímos por volta das 10h da manhã e pegamos o ônibus do hotel para Narita, resolvemos comer algo por lá mesmo e fomos tomar café no McDonalds (haha sempre mais fácil), engraçado que eles deram um tipo de empanado para a Nádia e a Silvia, que a gente não sabia bem o que era, eu acho que era peixe, mas não tinha cheiro, nem gosto forte de peixe, uma delícia!!Leia mais »

13º Dia de viagem pelo Japão – De volta a Tokyo

roppongi

No 13º dia de viagem tivemos apenas 1 evento legal, o restante foi só para ir de um lugar a outro bem puxado e demorado!!
Apesar de não querer, levantei cedo para arrumar a minha mala (quebrada) e juntar tudo que deixei espalhado pelo armário do quarto… que difícil!! Coisas de viagem! É nosso último dia em Osaka, vamos para Tokyo, vamos ficar hospedadas, na verdade, na cidade de Narita, perto do aeroporto, mas não longe de Tokyo.
Arrumamos nossas coisas, demos um tapa no apê (não incluía serviço de quarto) e pouco antes das 10h fizemos o check-out, não tinha serviço de taxi no Hotel, mas conseguimos um rapidinho na rua. Que pena ter que ir embora de Osaka, ainda volto lá pra conhecer o que não deu!!Do hotel até Shin-Osaka station pagamos um pouco mais de 1200 yen (R$24) de taxi, não é caro se for ver pela distância e comodidade. Até a Estação de Tokyo de shinkansen levamos em torno de 3 horas, parando em algumas estações. Finalmente lembrei de tirar foto de dentro do shinkansen e peguei uma foto das meninas do trem chegando na plataforma!Leia mais »

Saindo pro mundo… Brasil – Canadá – Japão

Bom, rumo ao Japão com escala no Canadá, embarcamos no aeroporto  de Guarulhos – SP no dia 04/04, às 20h30 da noite no Brasil para Toronto, Canadá. O vôo foi tranquilo, a Air Canada, tem um serviço de bordo bom, todos foram gentis. Consegui dormir um pouco, mas na maior parte do tempo assisti filme e ouvi música com os olhos fechados acordando e cochilando.

Uma dica boa pra quem vai fazer uma viagem longa é levar uma roupa confortável pra trocar no avião, chinelo ou pantufa, um casaco de frio, não tenham vergonha!! Antes de pousar é só trocar de roupa e sair arrumadinha do avião (Eu não me arrumei mt, mas dá pra fazer!).

Desembarcamos em Toronto às 05h20 da manhã, Leia mais »